02/10/2017

Mordidas de cães e gatos podem trazer graves consequências

 As mordidas de animais, como gatos e cachorros, geralmente acontecem nas mãos, por um reflexo de defesa quando há um ataque do animal ou porque se tenta tocar os bichinhos para brincar. 

 
De acordo com dados da Prefeitura de São Paulo, somente em 2016, no município foram notificados 24.898 casos de agressões por animais; deste total, 87% foram por cães e 11% por gatos. “Em uma situação de mordida é muito importante a ajuda imediata de um médico. Perfurações nas mãos, por exemplo, podem ser tratadas se houver atendimento especializado e rápido”, afirma o Dr. Pedro Pires, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão.
 
O especialista também ressalta que deve se ter especial atenção com as crianças, que, geralmente colocam as mãos dentro da boca dos bichos. “Acidentes deste tipo com crianças, dependendo do porte do cachorro, pode causar dilaceração nas mãos”, explica. 
 
Além disso, mordidas de cachorro ou gato podem provocar infecções e doenças ainda mais graves, como a “Raiva”, que é causada por um vírus, transmitido por mamíferos, tendo praticamente 100% dos casos com evolução fatal entre os humanos. Para tratar da Raiva a vacina ou sorovacina são os medicamentos mais indicados.
 
Para prevenir situações como esta, o presidente da Sociedade Brasileiras de Cirurgia da Mão, Carlos Henrique Fernandes, alerta sobre a importância de orientar as crianças não de aproximar de animais que não são familiares. “O contato com os animais e estimação traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento das crianças. Por isso a recomendação não é afastá-las dos bichos, apenas orientá-las”, afirma.
 

Próximos Eventos

Av. Ibirapuera 2907 - Cjs. 919-D e 920-B - CEP: 04029-200 - Indianópolis - São Paulo - SP - Tels: (11) 5092-3426 e (11) 5092-3434
SBCM©2015 - Todos os direitos reservados | Direitos Autorais | Privacidade