SP

Hospital Santa Marcelina

Responsável: Marcelo Hide Matsumoto



O Hospital Santa Marcelina é uma instituição filantrópica e privada, destina 87% do seu atendimento ao Sistema Único de Saúde, é considerada referência de qualidade na prestação de serviços de saúde na Zona Leste da cidade de São Paulo e uma das mais importantes unidades de saúde do Estado.

Foi fundado em 1961, pela inspiração da Superiora Sophia Marchetti, irmã da Congregação das   Irmãs Santa Marcelina e primeira administradora do hospital, com objetivo de sanar as necessidades em saúde da população da região, que na época era estimada em 60 mil habitantes/km². A região era muito carente e sofria com problemas de infraestrutura, mas com a inauguração do hospital o bairro de Itaquera se desenvolveu e hoje estimasse aproximadamente mais de seis milhões de habitantes/km² na Zona Leste.
 
Ao longo desses anos o hospital buscou aperfeiçoar-se a cada dia, ampliando suas estruturas, investindo em modernização, capacitação de seus colaboradores e aquisição de novos equipamentos, além da busca em parcerias governamentais e não governamentais para atender a população com um alto nível de prestação de serviço e qualidade.
O hospital sempre se manteve fiel à sua missão e ao seu carisma, promovendo a vida, a saúde e a dignidade dos doentes e dos pobres e formando pessoas para o serviço dos semelhantes.
 
Missão
“Oferecer assistência, ensino e pesquisa em saúde, com excelência, à luz dos valores éticos, humanitários e cristãos”.

Ortopedia e Cirurgia da mão
 
Em 1987, os Doutores Marcelo Matsumoto e Flávio Turíbio (médicos ortopedistas formados pela Escola Paulista de Medicina), viram a possibilidade da criação de um serviço de Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia, já que a Casa de Saúde Santa Marcelina (como era chamado o Hospital Santa Marcelina na época) encontrava-se em crescimento expressivo. A primeira turma de Residência da Ortopedia e Traumatologia iniciou suas atividades no ano de 1991, já credenciada pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura). A Residência Médica do Santa Marcelina possui 42 programas de Residência Médica e de especialização e sempre teve como característica a presença constante de residentes oriundos de outros Estados, principalmente das Regiões Nordeste e Sul do país, e com o passar dos anos, o retorno destes médicos aos seus Estados natais, fazem uma importante divulgação da qualidade da formação dos residentes de todas as especialidades a nível nacional.
 
Atualmente, o serviço de ortopedia e traumatologia sob o comando do conselho gestor formado pelos doutores Anderson Uehara, Luciano Peres e Marcelo Matsumoto, conta com 06 residentes ao ano, e mantendo os princípios que nortearam a criação da Residência de Ortopedia do Hospital Santa Marcelina,  até o momento todos os residentes que concluíram o curso, passaram na prova para o Título de Especialista pela SBOT e nunca entrou em moratória na SBOT. E após esta conquista, todos realizaram estágios de especialização nas diversas áreas da Ortopedia e Traumatologia.

O nosso serviço é credenciado oficialmente pelas sociedades para a especialização nas áreas de Cirurgia do Quadril, Cirurgia de Coluna, Cirurgia do pé, Cirurgia do Ombro e Cotovelo, Cirurgia do joelho e Tumores Ósseos.

A residência de cirurgia da mão em 2017, foi a última dentro da ortopedia e traumatologia a cadastrar no MEC e na sociedade brasileira de cirurgia da mão, sendo um trabalho conjunto do hospital Santa Marcelina e hospital Nipo-Brasileiro. O Dr. Celso Hirakawa é o responsável pela microcirurgia, procedimentos de alta complexidade e ensino, junto com doutores Raul Taira, Alexandre Aoyagui e Marcelo Matsumoto compõe a equipe de ensino da cirurgia da mão.

Inaugurado em 1988 e considerado hoje um dos hospitais de referência em todo o Estado de São Paulo, o Hospital Nipo-Brasileiro (HNB) conta com uma moderna estrutura de atendimento integrada por 243 leitos divididos em apartamentos e enfermaria, duas UTI’s Geral, UTI Neonatal e UTI Coronariana, Centro Cirúrgico com nove salas, Maternidade, Pediatria e Berçário.

Oferecendo serviços de assistência médica de complexidade variada, o Hospital Nipo-Brasileiro destaca-se como centro de referência em procedimentos minimamente não invasivos, adotando técnicas de vídeo e de angioplastia avançadas.
Comprometido com a alta tecnologia, o HNB conta hoje com um recém inaugurado Laboratório de Intervenção Cardiovascular, que oferece equipamentos de ponta para o atendimento às urgências de cardiologia, neurologia e vascular.
Como reconhecimento da qualidade e excelência de seus serviços, o Hospital Nipo-Brasileiro conta hoje com a certificação ONA Nível 3, a mais alta conferida pela ONA – Organização Nacional de Acreditação.

A associação de dois hospitais referência em atendimento de alta complexidade junto a cirurgiões de mão experientes e capacitados com comprometimento em formar um cirurgião de mão por ano.